Ecofrigo marca presença no 1º Simpósio de Migração de Chapecó

Atualmente o município de Chapecó conta com aproximadamente 14 mil imigrantes entre 44 diferentes nacionalidades. Na Ecofrigo, cerca de 600 colaboradores são estrangeiros, sendo em sua grande maioria imigrantes vindos do Haiti e da Venezuela. Com um quadro de funcionários contando com mais de 25% de estrangeiros, sentimos a necessidade de estarmos social e politicamente atualizados referente as questões migratórias, sempre preservando e garantindo os direitos vistos por lei dos nossos colaboradores imigrantes.

À vista disso, o frigorífico marcou presença nessa última segunda-feira (25), no I Simpósio de Migração de Chapecó e Macrorregião do Oeste de SC. O evento, em parceria da SEASC, Polícia Federal e AMOSC, contou com apresentações do Centro de Atendimento ao Imigrante (CAI), da Organização Internacional para Migrações (OIM) e treinamento ministrado pelo agente administrativo da Polícia Federal, Alcione Vergil, referente a documentação migratória.

Na empresa, nos preocupamos diariamente em promover políticas de acolhimento e antidiscriminatórias, treinando e capacitando não somente nossos líderes para entender as diferenças linguísticas e culturais, como também diariamente trabalhando na construção de uma consciência coletiva antidiscriminatória das minorias estrangeiras.

Desde quando demos boas-vindas ao primeiro grupo de estrangeiros, a Ecofrigo vem abrindo as portas para imigrantes refugiados e durante esses vários anos vem aprendendo e se aprofundando em questões migratórias, além de criar diversas ações para troca de experiências culturais entre seus colaboradores, incentivando a partilha de experiências e a inserção dos trabalhadores estrangeiros na sociedade brasileira.