Produção de carne suína da China em 2019 cai ao menor patamar dos últimos 16 anos

A produção de carne suína da China em 2019 caiu para o menor patamar em 16 anos, mostraram dados oficiais nesta sexta-feira. O país que também é o maior consumidor mundial de carne suína, produziu 42,55 milhões de toneladas de carne no ano passado, uma queda de 21,3% em relação a 2018, e a menor produção desde 2003, segundo dados do National Bureau of Statistics (NBS).

A peste suína africana (PSA) chegou à China em 2018 e se espalhou para fazendas em todo o país. Os preços dos alimentos na China dispararam, à medida que os custos com carne de porco aumentaram em meio à escassez de oferta, levando a inflação a quase um máximo de oito anos na segunda maior economia do mundo. O Ministério da Agricultura e Assuntos Rurais informou que o rebanho de suínos da China havia diminuído em outubro em 41% em relação ao ano anterior, mas aumentou 2% em novembro. Esses dados não forneceram um tamanho total de rebanho.

Na sexta-feira, a NBS disse que o rebanho de suínos caiu 27,5% em relação ao ano anterior, para 310,41 milhões de cabeças no final de dezembro. Isso é superior aos 306,75 milhões de cabeças registrados nos primeiros nove meses do ano.

Alguns analistas e especialistas do setor contestaram o número oficial do governo sobre o tamanho do rebanho, acreditando que o declínio foi maior. A NBS também informou que o número de suínos abatidos no ano passado caiu 21,6%, para 544,19 milhões de cabeças. O Rabobank previa em novembro que a produção de carne suína da China diminuiria em 25% em 2019 para cerca de 40,5 milhões de toneladas e outros 10% a 15% em 2020.

O governo tentou estabilizar os preços liberando centenas de milhares de toneladas de carne de porco congelada das reservas. As importações também aumentaram, com as chegadas de dezembro de carne suína quase o dobro do recorde mensal anterior.A produção total de carne, incluindo carne de porco, carne bovina, cordeiro e aves caiu 10,2% em 2019, para 76,49 milhões de toneladas, também mostraram os dados da NBS.

A produção de carne bovina aumentou 3,6%, para 6,67 milhões de toneladas, enquanto a produção de aves saltou 12,3%, para 22,39 milhões de toneladas.



Fonte: Suinocultura Industrial
Leia mais sobre esse assunto em 
https://www.suinoculturaindustrial.com.br/imprensa/producao-de-carne-suina-da-china-em-2019-cai-ao-menor-patamar-dos-ultimos-16/20200117-135108-P623

ESCRITÓRIO CENTRAL
Rua São Pedro, 130-D,
Centro, Chapecó – SC
(49) 2049 0400
FRIGORÍFICO
SC 283, KM 08, Estrada,
Chapecó/Seara – SC
(49) 3319 8200
Mídias Sociais
Newsletter
© 2015 – ECOFRIGO – Todos os direitos reservados
Desenvolvido por Ipse Marketing Estratégico