Suíno Vivo: altas em três estados

A variação mais expressiva foi em São Paulo, de 2,99%, a R$3,79/kg. Rio Grande do Sul teve alta de 2,62%, a R$3,53/kg e Mato Grosso, alta de 1,59%, a R$2,56/kg.

O Indicador do Suíno Vivo Cepea/Esalq, referente ao dia 20/08, trouxe alta de 0,85% para Minas Gerais, a R$3,56/kg e de 0,29% para São Paulo, a R$3,44/kg. As demais cotações permaneceram estáveis.

O presidente da Associação Paulista de Criadores de Suínos (APCS), Ferreira Júnior, demonstrou sua preocupação com o setor primário da cadeia produtivo e fez um desabafo: “se não adequarmos a oferta e demanda urgentemente, teremos um colapso no setor”.

O setor está trabalhando oito meses no “vermelho”, comprometendo sensivelmente o fluxo financeiro diário dos produtores.

Fonte: Pork World
http://bit.ly/2w6qNSl
ESCRITÓRIO CENTRAL
Rua São Pedro, 130-D,
Centro, Chapecó – SC
(49) 2049 0400
FRIGORÍFICO
SC 283, KM 08, Estrada,
Chapecó/Seara – SC
(49) 3319 8200
Mídias Sociais
Newsletter
© 2015 – ECOFRIGO – Todos os direitos reservados
Desenvolvido por Ipse Marketing Estratégico